Archive for the ‘sensações’ Category

espera

17/02/2011

Um mundo de afectos,

fantasias e desejos…

fica suspenso…

à espera…

 

 

Anúncios

delirios

01/02/2011

 

  PASSEI

 A ESPONJA DO BOM SENSO

                SOBRE TODOS OS MEUS DELIRIOS…

GOSTO

31/01/2011

GOSTO DE HÁBITOS…

HABITUEI-ME A ESTAR !

voltar

30/01/2011

e… faço um esforço notável

para voltar a ser  EU …

UM AR…

27/01/2011

UM AR DOCE E MACIO

QUE ME ENVOLVE

NUMA CONSTANTE CARÍCIA…

m…

21/01/2011

MOMENTOS…

VULNERÁVEL…

INSEGURA…

tento

19/01/2011

TENTO RESPIRAR…

É UM ESFORÇO QUASE INSUPERÁVEL !

…tempo…

17/01/2011

  

Quanto mais o tempo passa…

Mais impaciente eu fico…

Mais depressa o meu coração bate!

..e…

16/01/2011

                                                                    

                                                   …e uma noite

houve uma tempestade terrível

com trovões e relâmpagos

e a chuva caiu em torrentes…

egoísmo?

13/01/2011

                 Já vi tantas coisas ao longo da minha vida… e não tenho conselhos para dar…

                                                              Náo encontro verdades !

                                                       Recebo e não dou nada em troca…

SIM!

SOU EGOÍSTA…

Acho que tudo me é devido !

FICO TRISTE.

 

 

moi?

11/01/2011

Une sensation de froid m´envahit…

Une foule d´images viennent se basculer dans ma mémoire…

Suis-je encore moi?

perto

10/01/2011

O SOFRIMENTO TEM ALGUM SENTIDO?

SÓ TEM O SENTIDO QUE EU LHE DOU!

É fácil

porque estás a ficar ao pé de mim…

 PERTO…

desafio

04/03/2009

desafio

DESAFIEI

O ENTORPECIMENTO

QUE ME QUERIA

ABSORVER

frissons

22/02/2009

auguste-rodin-le-cerdes-des-amours

NÃO

        SINTO

             O MEU SENTIR

jour

19/02/2009

   salvador-dali

UN  JOUR

                  CHAQUE  JOUR 

noir

08/02/2009

moi

MA

       LUMIÈRE

                       S´ÉTEINT !

 

——————————————————————

08/02/2009

labirinto1PERDIDA

NO MEU PRÓPRIO

LABIRINTO

glacé

28/11/2008

frioIl fait si froid !

C´est pourquoi

je m´enlace dans tes bras

désirs

03/11/2008

                    UNE LUMIÈRE DE FIN D´APRÈS-MIDI…

                       SURPRENANT !

                          J´AI GRANDE ENVIE DE MYRTILLES…

                          J´AI HÂTE DE M´EN RÉGALER…

:C

27/10/2008

                           QUAND JE SUIS DE MAUVAISE HUMEUR

                          JE GRIMACE            

                           RIEN DE MEILLEUR…

 

————————————————————————————-

24/10/2008

            ANDA PELAS RUAS

ESQUADRINHANDO POR ENTRE A MULTIDÃO

      ROSTOS QUE NUNCA SORRIEM

                       NEM A OLHAM NOS OLHOS…

23/09/2008

 

 

              DELICIOSAMENTE

          NICOTINODEPENDENTE

.

20/08/2008

ATÉ AGORA

TÃO INSEGURA E TÃO FRÁGIL…

CRESCEU POR DENTRO !

 

NUNCA IRÁ DESISTIR DE SE SUPERAR.

” “

01/08/2008

 

SÓBRIA,

 CONTIDA,

 DESPROVIDA DE QUALQUER OSTENTAÇÃO MAS,

 COM A SOLENIDADE QUE SE ESPERA DE UM “SER” AO ATINGIR O SÍMBOLO DE UMA BELEZA MAIS TRANQUILA.

 A VERDADEIRA BELEZA.

mais

01/08/2008

http://www.youtube.com/v/x708pO6zBH4&hl=en&fs=1″></param><param

ME

30/07/2008

NÃO ME CANSO DE A CADA MOMENTO

PALPAR OS CHEIROS

OS SABORES

E SENTIR NA PONTA DOS DEDOS

TODA E QUALQUER FRAGRÃNCIA

QUE SE ENTRANHA

E ME INUNDA

AR

27/07/2008

SENSAÇÃO ÚNICA !

UM HORIZONTE LÍMPIDO

REPLETO DE LUZ E DE ESPAÇO.

LIBERDADE SEM LIMITES.

IN

27/07/2008

Invade-me um constante sentido de tradição mas, ao mesmo tempo um exigente imperativo de inovação !

O meu amanhã será constituído por aquilo que eu criar hoje…

E hoje, tenho vontade de renovação.

O MEU MUNDO NÃO É SÓ UM !

j´aime

17/07/2008

Arrepio... =”http://www.youtube.com/v/0-JhY8MHKIA&hl=pt-br&fs=1″></param><param ”   =”http://www.youtube.com/v/0-JhY8MHKIA&hl=pt-br&fs=1

“”

15/07/2008

FIM DE TARDE…

APOIO OS BRAÇOS NO PARAPEITO DA JANELA E DEIXO-ME INVADIR PELO ROSA QUE FICOU DO PÔR DO SOL…

tempo

15/07/2008

CHEGA DE MEDIR O TEMPO COM RIGOR !

O RELÓGIO NÃO PASSA DE UMA MERA PEÇA DECORATIVA.

regresso

13/07/2008

ACABOU A OBSCURIDADE  DA NOITE,

 A SOMBRA,

 O DESACERTO

 E O SILÊNCIO